Marco Sousa

Iniciei a prática do Triatlo no início dos anos 90, tendo interrompido a mesma em 1995. Em 2012 retomei a prática da modalidade e na altura apenas com o objetivo de me tornar uma pessoa mais saudável. Com o passar do tempo e tendo em conta a minha evolução enquanto atleta, comecei a ambicionar alcançar outros objetivos.

O Triatlo nos últimos anos tem vindo a destacar-se em Portugal, sendo considerada a modalidade desportiva que mais tem crescido, apresentando-se como uma referência nacional.

Em 2017 tenho como ambição, continuar a afirmar-me como um dos melhores Triatletas nacionais no meu escalão, estando presente nas principais provas nacionais e lutar pelos lugares do pódio em todos os Triatlos. Tenho como objetivo em 2017: lutar pelo título de Campeão Nacional de Triatlo (distancias sprint e olímpica), Aquatlo, Duatlo e Biatle; revalidar o título de Campeão do Mundo de Biatle; e tornar-me mais competitivo na distância half ironman em Triatlo.

Destaco como principais resultados na passada época: 1º na Taça de Portugal de Triatlo em Quarteira; 1º na Taça de Portugal de Triatlo em Esposende; 1º no campeonato nacional de Aquatlo (campeão nacional); 1º na Taça do Mundo de Biatle; campeão nacional de Biatle; 2º na Taça de Portugal de Triatlo em Oeiras; 3º no campeonato nacional de Triatlo Olímpico; 3º no Triatlo do Sabugal; 3º no Duatlo de Torres Vedras; 17º no ranking nacional de Triatlo (1º Veterano 1); 13º no ranking nacional de Duatlo (3º Veterano 1); 2º na meia maratona da Golegã; entre outros resultados de relevo (currículo desportivo em anexo). Na presente época (2016) já venci no meu escalão, os Triatlos de Monte Gordo e Altura.

Já na presente época, fui 1º no Triatlo Internacional de Quarteira (Taça de Portugal); 3º no Half Ironman de Setúbal e 2º nos Triatlos de Monte Gordo e Altura.

Como complemento à parte desportiva, sou professor de Educação Física e treinador da Escola deTriatlo de Torres Novas
Saliento que, para além da integridade pessoal e atlética, é descartada e por mim condenada, a utilização de substâncias consideradas dopantes e ilícitas.
Os principais valores que me guiam quer enquanto atleta, quer enquanto treinador, são a ambição de vencer, a capacidade de superação, humildade e a lealdade.